Caso Lázaro: polícia prende duas pessoas que o ajudavam nas fugas
25/06/2021 10:05 em Segurança Publica

Informação foi confirmada em coletiva pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda

Policia de Goiás afirma ter efetuado a prisão de duas pessoas que seriam comparsas de Lázaro Barbosa e estavam ajudando ele a se esconder e a fugir da força-tarefa que faz o cerco ao criminoso há 16 dias. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, durante em coletiva na noite desta quinta-feira, 24.

“É uma rede. São psicopatas certamente, pois para ajudar um psicopata tem que ser também psicopata””, disse o secretário de Segurança. Ainda segundo Rodney Miranda, os homens foram presos com armas que roubadas e já usadas por Lázaro Barbosa em ataques a chácaras no povoado de Girassol, na cidade Cocalzinho.

A identidade os presos não foi revelada. De acordo com o secretário de Segurança, os homens que foram detidos chegaram a negar ter dado apoio ao foragido, mas entraram em contradição e acabaram por assumir o crime. “Sabíamos que não era normal ele conseguir fugir por tanto tempo sem ajuda, sem uma rede ajudando ele”, afirmou Rodney Miranda durante coletiva.

O secretário de Segurança também confirmou que a intensão dos comparsas eram furar o bloqueio e tirar Lázaro da região de Cocalzinho, plano que eles não teriam conseguido colocar em prática. Rodney afirmou ainda que Lázaro segue na região, pois teria sido visto nesta quinta-feira, além disso, os homens presos confirmam que o fugitivo continua escondido na mata do povoado de Girassol.

A polícia ainda investiga se os detidos na tarde de hoje participaram de crimes anteriores juntamente com o Lázaro Barbosa. As investigações continuam, pois há possibilidade de outras pessoas ainda estarem ajudando o fugitivo a se esconder da polícia na região de mata.

As prisões ocorreram na tarde desta quinta feira após muita movimentação policial. O clima na região segue tenso em uma área no Setor de Chácaras de Girassol (GO), a 5 km da base montada pela força-tarefa há 16 dias. Um grande contingente de policiais, viaturas, helicópteros e cães farejadores está no local, que segundo o secretário Rodney Miranda, teve o perímetro de buscas reduzido.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!